Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2017 OUTUBRO Fiscais da Adeal são capacitados no combate à peste suína clássica
17/10/2017 - 16h35m

Fiscais da Adeal são capacitados no combate à peste suína clássica

Com ênfase em sanidade suína, curso de emergência é realizado no polo da Ufal, em Viçosa, em parceria com o Ministério da Agricultura

Fiscais da Adeal são capacitados no combate à peste suína clássica

Curso é mais uma etapa do plano de ação do Governo do Estado para que Alagoas conquiste o status de zona livre da peste suína clássica

Texto de Dorgival Junior

Fiscais estaduais agropecuários da Adeal participam, esta semana, do curso de emergência com ênfase em sanidade suína. A capacitação, que prossegue até sexta-feira (20), é realizada no polo da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), no município de Viçosa, na Fazenda São Luiz.
 
O treinamento, que é realizado por meio da parceria firmada entre o órgão de defesa alagoano; Superintendência Federal da Agricultura em Alagoas (SFA/AL) e Ufal, conta com palestras, debates e atividades de campo.
 
A palestra de abertura foi realizada pelo representante da Divisão de Sanidade dos Suídeos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Guilherme Takeda, que traçou um panorama do Programa Nacional de Sanidade Suídea (PNSS). Também foram apresentadas as estatísticas do Governo Federal para a erradicação da Peste Suína Clássica (PSC) com base na lei 13.249 de 13/01/16.
 
“Este treinamento é mais uma etapa do plano de ação que estamos executando para a realização da sorologia para que Alagoas possa conquistar o status de zona livre da peste suína clássica”, afirmou o diretor técnico da Adeal, Ironaldo Monteiro.
 
O encontro contou também com a participação do presidente da Adeal, Rui Alves, e do superintendente federal da Agricultura em Alagoas, Alay Correia.
 
“O propósito deste encontro é atualizar as ações contra a PSC, apresentando, também, um panorama do PNSS e da sanidade dos suídeos no Brasil e em Alagoas. Após este curso, o nosso foco será o cadastramento dos suídeos para que possamos ter uma base de dados com informações de quantos animais existem, onde estão e quais são as condições sanitárias”, informou Correia.
 
Durante a semana, também serão realizadas palestras sobre enfermidades diferenciadas da PSC e estratégias para a implementação e manutenção da vigilância para doenças hemorrágicas dos suínos no Estado de Alagoas, além da ampliação da zona livre da peste suína clássica e o sistema de vigilância para doenças hemorrágicas de suínos no Brasil.
 
A capacitação contará com atividades de campo em cinco propriedades rurais do município. Estão previstos simulados de atendimentos às notificações de suspeitas de síndromes hemorrágicas e aplicação de plano de contingência para PSC, entre outras ações práticas.
Ações do documento

vacinacao-aftosa-2017.jpg

link sidagro produtor (2).jpg

imagem manual-produtor.jpg

Apoio