Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Alagoas vacina 96,4% do rebanho bovino e bubalino do Estado contra aftosa
17/01/2012 - 10h25m

Alagoas vacina 96,4% do rebanho bovino e bubalino do Estado contra aftosa

Suspensão da distribuição gratuita da vacina para pequenos criadores, não gerou reflexos negativos na campanha

Alagoas vacina 96,4% do rebanho bovino e bubalino do Estado contra aftosa

Receberam a dose antiaftosa 1.213.400 bovinos e bubalinos de um total de 1.258.000 de animais existentes no Estado

Dorgival Junior - repórter
A Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (Adeal) divulgou, nesta terça-feira, 17, o resultado oficial da segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa realizada em novembro de 2011. O índice de cobertura vacinal registrado no Estado foi de 96,4%.
Receberam a dose antiaftosa 1.213.400 bovinos e bubalinos de um total de 1.258.000 de animais existentes no Estado. O percentual alcançado, apesar de ter sido menor que o registrado em maio passado de 97,1%, está dentro da expectativa da campanha.
“A variação negativa de 0,6 pontos percentuais estava dentro das nossas expectativas. Afinal, a distribuição gratuita da vacina para criadores com até dez animais foi suspensa nesta etapa da campanha. Foi um índice insignificante diante da quantidade de vacinas que deixaram de ser doadas. Cumprimos a norma para que pudéssemos ter uma base com dados mais consistente”, esclareceu o diretor-presidente da Adeal, Manoel Tenório.
Com a decisão de suspender a doação das doses da vacina antiaftosa – seguindo uma orientação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) que foi aprovada pelo Comitê Estadual de Defesa Agropecuária – mais de 165 mil doses deixaram de ser distribuídas gratuitamente, o que equivale a 13% do rebanho do Estado.
Durante a segunda etapa da campanha, a venda das vacinas nas lojas, principalmente aos pequenos criadores, superou a expectativa. “Os pequenos criadores fizeram a parte deles imunizando os rebanhos. Só na última semana da campanha, as vendas superaram a movimentação de maio”, declarou o presidente da Adeal.
Segundo a Central de Selagem de Vacinas, na segunda etapa da campanha de vacinação, foi disponibilizado para as lojas credenciadas de Alagoas 1,6 milhão de vacinas contra aftosa
Manoel Tenório acrescentou ainda que no segundo semestre de 2011, a Adeal intensificou ainda mais as ações no combate a aftosa no Estado e colocou em prática as recomendações da última auditoria realizada pelo Mapa em Alagoas.
“Colocando o plano estratégico em prática, conseguimos obter este resultado positivo na segunda etapa da campanha de vacinação em Alagoas, mesmo suspendendo a distribuição gratuita da vacina”, reforçou o presidente da Adeal.
Entre as principais ações no combate a aftosa em Alagoas estão: retomada dos trabalhos da equipe móvel da Gerência de Barreiras e Trânsito Agropecuário;  determinação da transferência temporária da ferira de gado de Dois Riachos para um novo espaço que está sendo escolhido pelo Comitê de Defesa Agropecuária de Alagoas; reforço no quadro de pessoal efetivo da Adeal com a nomeação de novos servidores; implantação da Bolsa Formação e de auditorias internas, entre outras.
O presidente da Adeal acrescentou ainda o empenho e a dedicação de todos os funcionários da Adeal que contribuíram de forma significativa para o sucesso da campanha em Alagoas.
As campanhas de vacinação fazem parte do Programa Nacional de Erradicação da Febre Aftosa e são itens obrigatórios para criadores de bovinos e bubalinos.
Com exceção de Bahia e Sergipe, Alagoas e outros Estados nordestinos trabalham para alcançar a classificação de zona livre de febre aftosa com vacinação.
A febre aftosa é umas das maiores preocupações da agropecuária. Altamente contagiosa, a doença atinge animais de cascos bipartidos e é responsável pelos maiores prejuízos no setor.

Ações do documento

vacinacao-aftosa-2017.jpg

link sidagro produtor (2).jpg

imagem manual-produtor.jpg

Apoio