Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias NOTA: Adeal confirma segundo foco de Peste Suína Clássica em Alagoas
16/10/2019 - 14h40m

NOTA: Adeal confirma segundo foco de Peste Suína Clássica em Alagoas

NOTA: Adeal confirma segundo foco de Peste Suína Clássica em Alagoas

A Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (Adeal) confirma o diagnóstico do segundo foco de Peste Suína Clássica (PSC), no raio de 3 km do primeiro foco registrado da doença, em Traipu. A Adeal reafirma que equipes compostas por fiscais agropecuários continuam atuando na região, realizando vigilância ativa e educação sanitária. A interdição da propriedade onde o segundo foco foi localizado foi realizada imediatamente, após a confirmação da doença. Seis suínos foram eutanasiados e o foco destruído.

Nesta terça-feira (15), a Agência de Defesa Agropecuária proibiu por tempo indeterminado o trânsito de suídeos em todo o estado. Está proibida também a emissão da Guia de Trânsito Animal (GTA) para suídeos no território alagoano, para quaisquer destinos ou finalidades, exceto abate imediato em estabelecimentos com serviço de inspeção oficial. Fica suspensa, também por tempo indeterminado, a aglomeração de animais da espécie, como em feiras de animais espalhadas pelo estado. A portaria foi publicada no Diário Oficial e entrou em vigor a partir da data de publicação.

Em Traipu, na área correspondente ao raio de 10 km a partir de propriedade rural onde o primeiro foco da doença foi confirmado, foi vedada a entrada ou saída de animais da espécie suídea, independentemente do destino ou finalidade, exceto para abate imediato após aprovação prévia do Serviço Veterinário Oficial (SVO). Cargas de suídeos e de seus produtos e subprodutos, quando abordadas dentro do Estado, por servidores da Adeal no exercício da fiscalização, estarão passíveis das medidas de controle sanitário previstas em Lei.

Na mesma publicação, a Adeal suspendeu em caráter emergencial a Feira de Animais do município de Campo Grande, a fim de complementar as medidas de segurança adotadas para conter o avanço do agente patogênico no estado, até disposição em contrário.

A vigilância epidemiológica no Estado está sendo intensificada. A Peste Suína Clássica é uma doença viral que acomete somente porcos e javalis e não é uma zoonose, portanto, não é transmissível a humanos.

Os principais sinais clínicos da PSC são: febre, alta mortalidade em animais jovens, manchas hemorrágicas (avermelhadas) na pele do animal, incoordenação motora, conjuntivite, diarreia, dentre outros. O controle e a erradicação da PSC é de grande relevância para a economia local e nacional, pois sua ocorrência gera prejuízos e restrições ao comércio desses animais e seus produtos.

Portanto, solicitamos que todos aqueles que suspeitarem da ocorrência da doença comuniquem imediatamente a Adeal através dos telefones 3315-2780 ou 0800 082 0050.

Ações do documento