Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Novo momento: Diálogo e parceria com produtor rural marcaram 2019
23/12/2019 - 15h11m

Novo momento: Diálogo e parceria com produtor rural marcaram 2019

Economia, contato direto com o produtor rural e melhores condições de trabalho são pontos fortes da atual gestão

Novo momento: Diálogo e parceria com produtor rural marcaram 2019

Atula gestão trabalhou lado a lado com o produtor rural durante todo o ano de 2019. Foto: Ascom Adeal

Texto de Paula Nunes

 

 

O ano de 2019 trouxe uma avaliação diagnóstica e um novo olhar dentro da Defesa Agropecuária em Alagoas; proximidade com o servidor, economia de recursos, minuta da lei que institui o Serviço de Inspeção Estadual (SIE), fiscalizações diárias de trânsito animal e vegetal nas rodovias estaduais, trabalho intenso no combate à Peste Suína Clássica (PSC), modernização dos serviços da Agência, combate à prática de abate clandestino dentro do estado, a reestruturação física no órgão, sempre trabalhando lado a lado do produtor rural e gerando muito diálogo com o segmento agropecuário. Em síntese, estas são as principais ações desenvolvidas pela Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (Adeal), durante todo o ano, dando uma nova identidade ao órgão com a gestão de Carlos Mendonça Neto, atual presidente.

O trabalho coletivo, realizado na Agência, proporcionou que diversos projetos importantes para a Defesa Agropecuária de Alagoas saíssem do papel, como a minuta de lei que institui o SIE, que irá reestruturar todo o Serviço de Inspeção alagoano, proporcionando diversas oportunidades de investimento e emprego no segmento. A Lei irá possibilitar que os abatedouros municipais voltem a funcionar atendendo não só ao município de origem, como também aos circunvizinhos.

A economia de recursos também é um marco importante da atual gestão. Nas duas etapas da campanha de vacinação contra a febre aftosa, por exemplo, a redução foi de 58% dos recursos, quando comparado aos anos anteriores, possibilitando investimentos nas mais diversas áreas da Defesa Agropecuária. Os índices vacinais surpreenderam. Há seis anos, Alagoas não registrava percentuais acima da média sem a prorrogação do período de vacinação e declaração da imunização. 

Com um avanço ainda maior na economia, a atual gestão trabalhou arduamente para conseguir algo já desacreditado para os servidores: o pagamento dos processos retroativos. Conquista importante, conforme destaca o presidente da Adeal. “Em parceria com o Governo do Estado, às secretarias da Fazenda e de Planejamento, Gestão e Patrimônio, conseguimos pagar, aproximadamente, 80% do número de processos referentes aos retroativos dos servidores“, disse.

https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif

E não parou por aí. Em outubro deste ano, um foco de PSC foi confirmado em Traipu. Uma força-tarefa foi montada para de evitar a disseminação do vírus no estado, e reduzir ao máximo as perdas produtivas e econômicas decorrentes. A Agência atuou na região doutrinamento para combater a doença, com reconhecimento nacional. Neste sentido, a Adeal será a pioneira do plano estratégico no combate à PSC. Em 2020, Alagoas irá receber diversas ações, pois será o piloto do plano nacional.

Dentre as diversas ações, destaca-se também a modernização da Agência. A implantação do canal “Fale com o Presidente” e da ferramenta que permite ao produtor emitir a Guia de Trânsito Animal (GTA) sem sair de casa, visa proximidade e agilidade nos procedimentos relacionados ao órgão. Esta nova comunicação, traz comodidade e deixa mais prático o funcionamento da Adeal.

Para reforçar o trabalho diário dos profissionais do órgão, dez novos carros foram entregues aos servidores, além de novas instalações, como a sala de reunião, o novo espaço do SIE, e um prédio completamente revitalizado até janeiro de 2020.

A atual gestão, preocupada com todo funcionamento da Defesa Agropecuária dentro do estado, esteve presente nas principais feiras do gado que funcionam nos municípios de Dois Riachos, Campo Grande e Arapiraca, que movimentam a economia agropecuária no estado. Ouvir os servidores também é política da Adeal, com o propósito de trabalhar lado a lado para melhorar a qualidade das ações fornecidas, além de um conjunto de atividades que visam sempre ampliar o diálogo entre a Agência e os servidores.

"Quando assumimos, a nossa preocupação foi fazer com que o produtor rural entendesse a sua importância dentro da Defesa Agropecuária. Procuramos desenvolver a ideia do pertencimento na categoria e para isso trabalhar perto dos produtores rurais, valorizando a função dentro do segmento. Toda essa humanização é necessária para efetiva prestação de serviço à sociedade", destacou o presidente, Carlos Mendonça Neto.

Participar do Governo Presente, ação governamental que leva ações mais perto da população, também foi uma novidade deste ano. Pela primeira vez, a Adeal levou serviços e mostrou ao Agreste alagoano o trabalho realizado pelo órgão. 

Ao longo do todo este ano, a Adeal incentivou as atividades educativas. Palestras agropecuárias por todo o estado, com o objetivo de informar e estimular a mudança de hábitos nas comunidades de produtores rurais foram efetivadas. As fiscalizações contra a prática do abate clandestino em Alagoas foram intensificadas e, em alguns pontos, quilos e mais quilos de carne, oriundas de práticas danosas à saúde foram retiradas de circulação. Foi mais uma prova de que a Adeal tem o objetivo de coibir a proliferação de produtos clandestinos em Alagoas, sobretudo, inspecionando abatedouros e o funcionamento deles.

Carlos Mendonça Neto afirma que a Adeal é composta por profissionais sérios e capacitados, por trabalhadores comprometidos, e que o ano de 2019 fortaleceu a Agropecuária alagoana, de forma segura e firme. “Todas as nossas ações até aqui e daqui para a frente têm objetivos em comum: valorizar e proporcionar melhores condições de trabalho para nossos profissionais e trabalhar a proximidade com o produtor rural”, concluiu o presidente.

Ações do documento